VOCAÇÃO - UM TESOURO A DESCOBRIR

 

VOCAÇÃO, UM TESOURO A DESCOBRIR

A motivação vocacional, ponto de partida do itinerário formativo da Congregação das Irmãs da Imaculada Conceição de Castres (Irmãs Azuis), é o fundamento, a chama acesa, a água viva, que sustentará, iluminará, apaixonará, dará sentido e saciará a sede em cada etapa no decorrer de todo o processo formativo. Por isso, é tão importante descobri-la e clarificá-la. Só assim, é possível viver a chave evangélica “Aquele/a que encontra um tesouro escondido em um campo, vai vender tudo o que tem e comprar este campo” (Mt 13,44). 

 

Após acompanhamento e discernimento na comunidade cristã, que se dá por intermédio do Serviço de Animação Vocacional, a jovem que desejar conhecer melhor a Congregação passa a ser acompanhada por uma irmã preparada para este ministério.  

Todo acompanhamento parte sempre de uma experiência vital, histórica ou presente, que implica toda a pessoa, com suas riquezas, seus dons, seus limites, suas dificuldades, seu ritmo próprio. A experiência de Emilie de Villeneuve foi um abrir-se para Deus Só, recolhendo todas as manifestações dessa presença absoluta de Deus em sua vida, adquirindo esse conhecimento cada vez mais profundo do Deus da Misericórdia. 

 

SANTA EMILIE, UM CORAÇÃO INQUIETO

A jovem Emilie de Villeneuve, então com 19 anos confidencia à amiga Coraly os desejos mais profundos de seu coração: “Um dia falávamos sobre a felicidade de “ser toda de Deus para sempre”... Certamente te casarás, tua família conta com isso... Não, não me casarei... O que me preocupa e não me abandona é o pensamento de uma VOCAÇÃO à qual me sinto irresistivelmente atraída. Quanto mais reflito, mais desejo consagrar-me aos pobres...”. 

DEUS VISITA O CORAÇÃO DA JUVENTUDE

Ainda hoje, Deus visita o coração da juventude e  continua fazendo os mesmos apelos.

A cada um e a cada uma fica o convite para fazer esta linda experiência de discernimento que se dá no conhecimento de si, de suas motivações e de seus desejos e dos desejos e sonhos de Deus em cada pessoa. E neste belo encontro de sonhos e desejos, pode desabrochar a vocação que lhe trará a felicidade.

Acreditamos que Pastoral Vocacional se faz “de pessoa a pessoa”; é rica de humanidade e de originalidade, de paixão e de força convincente, cheia de sabedoria, de experiência e testemunho de vida de cada irmã, no seguimento radical de Jesus Salvador a exemplo da bem-aventurada Emilie de Villeneuve.

OUVIR A MENSAGEM DE JESUS E DECIDIR SEGUI-LO
O método experiencial propõe acompanhar os encontros com os/as jovens nas comunidades, colégios e escolas, permitindo-lhes pôr em comum suas experiências de vida, aprofundá-las e iluminá-las e assim transformar progressivamente sua vida através da adesão à mensagem de Jesus.

Ele está em todos os discípulos que procuram fazer sua, a existência de Jesus e viver a própria vida, escondida na vida de Cristo (cf. Cl 3,3). Eles experimentam a força de sua ressurreição até se identificar profundamente com Ele: “Já não vivo eu, mas é Cristo que vive em mim” (Gl 2,20).

Está naqueles que dão testemunho de luta por justiça, pela paz e pelo bem comum, algumas vezes chegando a entregar a própria vida em todos os acontecimentos da vida de nossos povos, que nos convidam a procurar um mundo mais justo e mais fraterno em toda realidade humana, cujos limites às vezes causam dor e nos agoniam. (Doc Aparecida 256)

QUER SER UMA IRMÃ OU IRMÃO AZUL?

Fale conosco: 

e-mail: irmasazuissp@gmail.com

Facebook: https://www.facebook.com/irmasazuissp
Intagram: @irmasazuissp

Gestão sob o signo do Espírito

Gestão sob o signo do Espírito. Este foi o tema do Encontro de Coordenadora de comunidades da Província, que aconteceu nos dias 27 e 28 de maio, em São Paulo.

Os trabalhos foram mediados pela psicóloga Ana Maria Mattos, que resgatou aspectos da liderança a partir da espiritualidade e carisma Azul.

Momento intensivo de rever e fortalecer aspectos importantes para a dinâmica das comuidades a fim que sejam cada vez mais circulares, participativas e inclusivas, mantendo acesa a chama do projeto as une ao corpo provincial e congregacional. Clique para ver mais fotos

 

Voto Missionário

A Região São Paulo se encontrou nos dias 29 e 30 de abril para aprofundar o tema do Quarto Voto - o Voto missionário que as Irmãs Azuis assumem-, além dos 3 outros comuns às pessoas de Vida Consagrada.

Momento de profundas reflexões entre Leigos Missionários e Irmãs, sobre um novo olhar, a partir de nossas experiências, voltando à tradição do Evangelho e à tradição de Santa Emilie, para encontrar inspirações e ressignificar o sentido deste Voto em nosso tempo. Mais fotos

Reciclagem 2016

Um grupo de Irmãs Azuis participam do encontro de Reciclagem/Aprofundamento do Carisma Azul e Vida Religiosa Consagrada.

A programação iniciou-se no dia 1 de outubro e segue até o dia 30, entre as cidades de Castres-França e Roma.

Participam deste encontro, irmãs da África , América Latina e Europa. 

 

Créditos de imagem: Ir. Marly Benachio

Lançamento do livro "Como o incenso que perfuma..."

Durante a assembleia da Província de São Paulo, Ir. Angelina Bridi lançou o livro "Como o incenso que perfuma", um trabalho cuidadoso de compilação e organização de orações próprias da congregação, bem como da devoção popular e Leitura Orante da Bíblia.

O livro de 152 páginas foi lançado na noite do dia 20 de julho e foi recebido com entusiamos pelas Irmãs Azuis. 

Este trabalho, segundo Ir. Angelina é uma forma de valorizar a tradição e colaborar na formação e cultivo da  espiritualidade de Irmãs e Leigos Missionários que vivem o carisma Azul.

Reciclagem e SIPT

Desde o dia 10 de julho, um grupo de irmãs participam de um ateliê de aprofundamento de sua consagração-missão, em contato com as origens da congregação das Irmãs Azuis. 

O encontro reúne irmãs de diferentes países, na etapa da 2ª idade e em período de formação inicial-Juniorato

A província de São Paulo é representada pelas  Irmãs Luiza Cesca, Samila Reis e  Luzia da Penha Zocolotto. Depois de uma etapa na França, percorrendo os lugares por onde andou Santa Emilie de Villeneuve, o grupo segue para Roma, onde está a sede geral da congregação. Fotos

uma missionária nas Filipinas

Neste ano especial da canonização da B.A Emilie de Villeneuve, reafirma-se na Província de São Paulo a consciência de que a missão é algo inerente á vida das Irmãs Azuis. Depois de Ir. Hedviges, enviada á província da Europa, foi a vez de Ir. Marinez Bareta deixar o Brasil. Ela fará parte da delegação de Filipinas, colaborando com a comunidade de formação inicial, na qual residem irmãs e jovens de 5 diferentes nacionalidades.

Nosso desejo de que Ir. Marinez leve sempre a alegria de Jesus Salvador, que lhe é peculiar, ao povo filipino.

Encontro de Secretárias

Um momento de oração fazendo referência ao ícone do escritório de Emilie de Villeneuve, deu-se início ao encontro das secretárias das cinco províncias da AL.

Ir. Irene Tessarollo Secretária Geral deu as boas vindas e propôs uma rápida conversa sobre as características humanas, espirituais e técnicas do serviço de secretariado.

 

Durante dois dias, foram dadas orientações de procedimentos jurídicos, com base em documentos congregacionais e da Santa Sé, necessários para que se mantenham em ordem os escritórios onde se guarda a memória e a vida da congregação.

 

Nesta etapa, juntaram-se ao grupo as secretárias: Angelina María Da Silva (Brasil), Emmanuel (México), Ma. Benigna De León (Paraguai); Mariana Guagnini (Argentina). 

Passeio em Buenos Aires

Um dia de descanso, depois do primeiro ciclo de nosso Encontro Latino Americano de  formação de equipes, permitiu- nos um passeio pitoresco pela linda Buenos Aires. Começamos pelo Museu Bicentenário onde se pode encontrar restos arqueológicos da Antiga Buenos Aires e audiovisuais que contam 200 anos de história da Argentina. Em seguida, uma passagem pelo Museo del Cabildo e pela Plaza de Mayo que guardam muito da história  Argentina - Revolução e Ditadura e estão no centro fundacional. A Plaza concentra também a luta de mulheres que ainda reclamam pela vida de seus filhos, desaparecidos durante a ditadura militar. Finalmente uma visita esperada pela Catedral Metropolitana, onde viveu o Papa Francisco.

 Já acostumadas aos dias escuros e frios do inverno, fomos brindadas por um dia de lindo sol que tornou nosso passeio ainda mais agradável.